quarta-feira, 17 de setembro de 2014

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA (PSE) - EDUCAÇÃO FÍSICA

Turmas: 1º ano A (1ª aula) e 3º ano A (3ª aula)
Data: 18/09/2014


CONSUMO DE ÁLCOOL E PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA SÃO INCOMPATÍVEIS

Médica lista uma série de motivos para que os esportistas evitem as bebidas alcoólicas no mínimo 72 horas antes de fazer os exercícios

Consumo de álcool e prática de atividades físicas, dois hábitos que parecem ser incompatíveis. Mito ou verdade? Na opinião da doutora Isa Bragança, as bebidas alcóolicas e os exercícios não podem ser associados. Segundo ela, há uma série de motivos para que essa combinação não seja feita:
- Quem pratica atividade física e consome o álcool tem uma deterioração da qualidade física, pois a bebida diminui a força, a velocidade, a capacidade respiratória e muscular, o equilíbrio e prejudica a respiração.
A médica enumera os problemas desencadeados pela ingestão exagerada de álcool, como desidratação, problemas cardíacos, aumento de peso e hipoglicemia. Confira a lista:

  A desidratação é uma consequência comum da combinação. O álcool tem efeito negativo sobre a função renal, fazendo com que haja uma perda de água e eletrólitos através do suor e da urina.

  • O distúrbio de água e eletrólitos também pode promover uma arritmia cardíaca, fazendo com que o coração bata fora de compasso;
  • Outro efeito que o álcool também promove é o aumento de peso, devido à grande quantidade de calorias presentes em cada dose;
  • A hipoglicemia também é muito comum em quem mistura álcool com exercícios. A atividade física já promove uma diminuição de glicose no organismo. O álcool acentua mais ainda esta redução. O corpo começa a usar a proteína como fonte de energia, pois não há mais glicose no organismo.

O fígado é encarregado de produzir energia o suficiente para a pessoa conseguir praticar atividades físicas. Quando há um exagero em bebidas alcoólicas, o órgão trabalha excessivamente, liberando substâncias para se desintoxicar. Quando o atleta tenta treinar, irá sobrecarregar o órgão. Mais tarde, o álcool se transforma em açúcar, em quantidade excessiva para ser consumido. A glicose é responsável por gerar energia, porém, já debilitado, o fígado não consegue receber esse componente energético. Resumindo: não adianta tentar treinar. Tomar remédios analgésicos para combater as dores de cabeça que perturbam no dia seguinte é um grande erro. O medicamento terá que ser metabolizado pelo fígado para poder ter algum efeito no organismo. Porém, o órgão já está sobrecarregado tentando se restabelecer do mal que sofreu, ou seja, o atleta estará causando mais uma agressão. Por isso, a cura está no repouso e em beber muita água para reidratar o corpo. Não existe um tempo pré-determinado para a pessoa voltar ao treinamento, mas a recomendação é que ela pare por até três dias. Caso o indivíduo se sinta bem no dia seguinte, pode voltar aos treinos sem problemas. Caso o esportista veja necessidade de melhorar o mais rápido possível, a alternativa é tomar produtos hepatoprotetores, medicamentos compostos de folhas, que colaboram para a melhora.
O efeito da ingestão de bebidas alcoólicas dependerá de diversos fatores, entre eles o gênero do indivíduo. Para a doutora, o ideal é que o consumo de álcool seja feito até 72 horas antes da prática de atividades físicas.
- A gente tem que beber socialmente, cada um sabe seu limite em relação ao álcool - adverte a doutora.
Fonte: globoesporte.com/euatleta

EXERCÍCIO DE APRENDIZAGEM
  1. De acordo com o texto, porque álcool e atividade física são incompatíveis?
  2. Cite alguns problemas desencadeados pela ingestão exagerada de álcool?
  3. Por que a ingestão de bebidas alcoólicas antes da prática de atividade física pode levar a problemas no fígado?
  4. Após a ingestão de bebidas alcoólicas, o que os especialistas recomendam aos atletas antes de voltar a treinar? 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

GRANDE FINAL IV JOGOS INTERCLASSE


SEMIFINAIS IV JOGOS INTERCLASSE - 18/08/2014

JOGO 01 - 18h45min
3º A x 1º A

EQUIPE 3º A

EQUIPE 1º A

 JOGO 02 - 19h40min
3º B x 2º A


EQUIPE 3º B

EQUIPE 2º A

ABERTURA IV JOGOS INTERCLASSE - HINO NACIONAL

video

ABERTURA IV JOGOS INTERCLASSE - GERAÇÃO DA PAZ






Leitura da mensagem do Papa Francisco aos brasileiros pelos alunos participantes do IV Jogos Interclasse.

“O esporte não é somente uma forma de entretenimento, mas também – e eu diria sobretudo – um instrumento para comunicar valores que promovem o bem da pessoa humana e ajudam na construção de uma sociedade mais pacífica e fraterna. Pensemos na lealdade, na perseverança, na amizade, na partilha, na solidariedade. [...]
Nesse sentido, queria sublinhar três lições da prática esportiva, três atitudes essenciais para a causa da paz: a necessidade de “treinar”, o “fair play” e a honra entre os competidores. Em primeiro lugar, o esporte ensina-nos que, para vencer, é preciso treinar. Podemos ver, nesta prática esportiva, uma metáfora da nossa vida. Na vida, é preciso lutar, “treinar”, esforçar-se para obter resultados importantes. O espírito esportivo torna-se, assim, uma imagem dos sacrifícios necessários para crescer nas virtudes que constroem o carácter de uma pessoa. Se, para uma pessoa melhorar, é preciso um “treino” grande e continuado, quanto mais esforço deverá ser investido para alcançar o encontro e a paz entre os indivíduos e entre os povos “melhorados”! É preciso “treinar” tanto...”

Trecho da mensagem do Papa Francisco aos brasileiros por ocasião da Copa do Mundo 2014.